Série: Tomando decisões segundo a vontade de Deus


biblia-sagrada“A Bíblia ensina claramente a respeito da vontade soberana de Deus, e é bem enfática ao afirmar que Deus tem uma vontade moral. A vontade soberana de Deus é aquela que Ele realiza sem levar em consideração a liberdade humana, isto é, quando Deus soberanamente quer fazer uma coisa ninguém pode impedir que Ele o faça. Quando Jesus nos ensina a orar “seja feita a tua vontade” está se referindo à vontade moral de Deus, isto é, está afirmando o compromisso de viver de acordo com o caráter de Deus à luz dos valores do reino de Deus. Jesus, que acaba de clamar “venha o teu Reino”, está absolutamente consciente de que isso somente será possível caso as pessoas se comprometam a “viver do jeito de Deus”, desenvolver um estilo de vida compatível com o caráter de Deus e os valores e justiça do reino de Deus. A vontade moral de Deus é registrada biblicamente na forma de mandamentos, que expressam o caráter de Deus e definem os valores do reino de Deus. Indo um pouco mais longe, podemos compreender a pureza de coração, o amor à justiça, a atitude pacificadora, o coração compassivo e misericordioso, a defesa do direito do pobre, a integridade nos negócios e a singeleza das intenções são aspectos mais complexos da vontade moral de Deus. Orar para que seja feita a vontade de Deus é render-se aos propósitos de Deus na história, oferecer-se como instrumento para que o mundo experimente o governo de Deus, sujeitar-se ao domínio de Deus no próprio coração, para que as coisas no mundo dos homens (na terra) aconteçam o mais próximo possível da maneira como acontecem no reino de Deus (nos céus).”

Seja feita a Tua vontade

Ed René Kivitz