Sobre o Dia da Bíblia


biblia-gutenberg-impresaEsta data surgiu em 1549, na Grã-Bretanha, quando o Bispo Cranmer, incluiu no livro de orações do Rei Eduardo VI um dia especial para que a população intercedesse em favor da leitura do Livro Sagrado. A data escolhida foi o segundo domingo do Advento – celebrado nos quatro domingos que antecedem o Natal. Foi assim que o segundo domingo de dezembro tornou-se o Dia da Bíblia.

No Brasil, o Dia da Bíblia passou a ser celebrado em 1850, com a chegada, da Europa e dos Estados Unidos, dos primeiros missionários evangélicos que aqui vieram semear a Palavra de Deus. Pouco a pouco, as diversas denominações evangélicas institucionalizaram a tradição do Dia da Bíblia, que ganhou ainda mais força com a fundação da Sociedade Bíblica do Brasil, em junho de 1948.

Hoje, o dia dedicado às Escrituras Sagradas é comemorado em mais de 60 países, sendo que há mais de 150 anos, o Dia da Bíblia, é celebrado com o objetivo de difundir e estimular a leitura da Palavra de Deus. O interessante é que o Dia da Bíblia passou a ser comemorado não só no domingo, mas também ao longo de toda a semana que o antecede na chamada “Semana da Bíblia”. Alguns versículos sobre a importância da Bíblia para você ler, meditar e praticar:

“Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti.” Sl.119.11

“Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite.” Sl.1.2

“Pois Esdras tinha decidido dedicar-se a estudar a Lei do Senhor e a praticá-la, e a ensinar os seus decretos e mandamentos aos israelitas.” Ed.7.10

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça.” 2Tm.3.16

Custe o que custar,

leia, medite e pratique a Bíblia.