Como eu era antes de você (Ef.2.11-22)


Reconciliados

Como eu era antes de você (Ef.2.11-22)

Esse, além de ser o título de um filme que estreou esses dias, seria um bom tema para ilustrar a segunda parte do capítulo 2 de Efésios em que Paulo apresenta visualmente a obra da reconciliação trazendo uma harmonia que os reconciliados alcançam em Jesus Cristo.

Jesus morreu e ressuscitou não só para reconciliar o ser humano morto a um Deus vivo, mas também para trazer para perto aqueles que viviam distantes um do outro: judeus e gentios, sabendo que judeu é aquele que foi circuncidado e voltou do exílio para reconstruir Jerusalém e gentio, todo aquele que, por sua vez, não era judeu.

reconciliacaoUm gentio na carne se refere à vida antes da aceitação de Cristo. Os judeus tinham a circuncisão como sinal na carne de que eles eram o povo escolhido de Deus, por isso os judeus chamavam de incircuncisos todos aqueles que não eram judeus. Além de incircuncisos, os não judeus eram chamados de gentios ou estrangeiros.

Diante disso, Jesus Cristo recriou judeus e gentios como novas criaturas para que se transformassem em um único povo. Em Cristo não há judeus ou estrangeiros, mas apenas cristãos. Jesus derrubou a parede que separava os judeus dos estrangeiros para que todos fossem reconciliados e se tornassem um só.

Depois de sermos reconciliados, somos edificados. Como pedras que somos, Deus tem nos edificado sobre o fundamento dos apóstolos e profetas (Antigo e Novo Testamentos) que apontam para a pedra angular – Jesus Cristo. A primeira pedra da edificação utilizada como referência para que outras sejam empilhadas a partir dela.

Antes de Jesus éramos estrangeiros quanto às alianças, sem Cristo, sem esperança, sem Deus, mortos e condenados, mas em Jesus somos reconciliados com Deus, uns com os outros e nos tornamos parte do ministério da reconciliação.

Reconciliado,

Pr. Jhonatan Rodrigues